Coronavírus: farmacêutica recebe aval para testes de hidroxicloroquina

06.04

A EMS vai recrutar cerca de mil voluntários com COVID-19 para estudar o efeito da hidroxicloroquina sobre a doença. A farmacêutica quer conhecer o que a droga antimalárica faz em pacientes graves e também naqueles que apresentarem quadro moderado de coronavírus. 

Em 1 de abril, a empresa obteve a aprovação do ensaio clínico junto à Comissão Nacional de Ética na pesquisa. Os pacientes graves vão receber a droga por 10 dias. No caso dos que têm a doença na forma mais branda, o protocolo divisão em três grupos: os que vão receber só cloroquina por sete dias; os que vão receber cloroquina e azitromicina, um antibiótico; e os que vão receber placebo.