Os últimos números do coronavírus no Brasil e no mundo (11/05)

O Brasil tem, até a noite desta segunda-feira (11), 11.519 óbitos e 168.331 casos de coronavírus, de acordo com os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde. A taxa de letalidade está em 6,8%.

De ontem para hoje, houve acréscimo de 396 óbitos e 5.632 novos registros. 82.344 ocorrências estão em acompanhamento. 69.232 brasileiros se recuperaram da COVID-19 (41% do volume total).

Epicentro brasileiro
O estado de São Paulo, o mais atingido pela doença, registra 46.131 infectados e 3.743 óbitos em decorrência da COVID-19.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, 3.871 pacientes estão internados em UTIs e 5.877 estão internados em enfermarias com suspeita ou confirmação de COVID-19. Até o momento, 68,2% dos leitos de UTI do território paulista estão ocupados, enquanto na Grande São Paulo a taxa de ocupação é de 89,6%. No caso das vagas em enfermaria, a ocupação é de 46% em todo o estado e de 66,6% na Grande SP.

No último domingo (10), o estado de São Paulo teve 53% de isolamento social. Em entrevista coletiva hoje, o governador João Doria disse que, se esse número se mantiver até o final de maio, é possível que a flexibilização da quarentena ocorra. Doria reforçou, no entanto, que não descarta a possibilidade de lockdown. O Governo Estadual diz que uma equipe econômica prepara um plano de retomada das atividades.

Segundo secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, a flexibilização do isolamento social só vai acontecer se os paulistas mantiverem a taxa de isolamento social de 55% e índice de ocupação de leitos inferior a 60% - assim como redução sustentada do número de novos casos por 14 dias.

Na mesma coletiva, o diretor do Butantan, Dimas Tadeu Covas, anunciou que 35 mil policiais e suas famílias começaram a ser testados na última semana. O próximo passo é estender a testagem a outras forças de segurança.

Outros estados atingidos
O Rio de Janeiro tem com 17.939 casos e 1.770 óbitos. Já Pernambuco soma 13.768 ocorrências e 1.087 mortes. O Ceará totaliza 17.599 casos e 1.189 óbitos.

COVID-19 pelo mundo
No mundo, o novo coronavírus já faz 4.165.752 infectados, além de ter causado 285.307 óbitos, segundo dados da plataforma da Universidade John Hopkins. Ao menos 1.452.091 pacientes estão recuperados.

Os Estados Unidos seguem em primeiro lugar no número de casos, com 1.345.307 casos e 80.239 vítimas fatais. Até agora, mais de 8,9 milhões de testes foram realizados no país.  

O Reino Unido soma 32.141 mortes e 224.329 casos confirmados.

A Itália, que agora é o terceiro maior país em quantidade de mortes, tem 30.739 óbitos; o país registra 219.814 ocorrências.

Já a Espanha tem 26.744 mortes e 227.436 casos. Na França, são 26.646 mortes e 177.547 casos. Na China, onde o vírus surgiu, os números estagnaram: 84.010 casos e 4.637 mortes.

O Brasil está na 6ª posição no ranking mundial de óbitos por COVID-19 e ocupa o 8º lugar em número de casos confirmados.