Os últimos números do coronavírus no Brasil e no mundo (24/04)

O Brasil ultrapassou os 50 mil casos confirmados de coronavírus nesta sexta-feira (24). De acordo com os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, o país soma 52.995 ocorrências e 3.670 óbitos. Nas últimas 24 horas, foram registradas 357 novas mortes. A taxa de letalidade no país está em 6,9%.

No estado de São Paulo, são 17.826 casos e 1.512 mortes em decorrência da COVID-19. O Rio de Janeiro contabiliza 6.282 casos e 570 óbitos. Já Pernambuco tem 3.999 ocorrências e 352 mortes. No Ceará são 4.800 casos e 284 óbitos.

Em coletiva de imprensa hoje, o governador João Doria informou que as atividades nas escolas públicas estaduais de São Paulo devem ser retomadas em julho. A previsão é que o retorno das aulas seja feito de forma gradual e em sistema de rodízio para muitos alunos em sala. Na próxima segunda-feira (27), começam as aulas on-line da rede estadual.

Diante da baixa adesão ao isolamento social, o Governo paulista ainda estuda a ideia de flexibilizar a medida a partir de 10 de maio. “Se os brasileiros que vivem nas cidades que compõem a Região Metropolitana e a capital não fizerem um índice mínimo de 50%, revisaremos a decisão a ser anunciada no dia 8 de maio de flexibilização gradual de isolamento”, declarou Doria.

Em todo o mundo, são 2.783.512 casos confirmados e 195.775 mortes por coronavírus, de acordo com a plataforma da Universidade John Hopkins. Ao menos 781.109 pacientes estão recuperados. Os Estados Unidos lideram em número de mortes e de casos, com 50.890 e 889.661, respectivamente. Mais de 4,6 milhões de norte-americanos já realizaram o teste para COVID-19 e 124,2 mil estão hospitalizados.

Na Itália, a quantidade de mortos chegou a 25.969 hoje; o país tem 192.994 ocorrências. Já a Espanha tem 22.524 mortes e 219.764 casos. Na França, são 22.278 mortes e 159.495 casos. A China, onde o vírus surgiu, os números estagnaram: 83.885 casos e 4.636 mortes.